COMPARTILHAR

A GOL, que já possui sete aviões Boeing 737 MAX que estão sem operar, espera retomar os voos com o jato até abril de 2020.

A empresa aguarda a aprovação para o retorno dos voos do 737 MAX que deve ocorrer até o fim deste semestre por causa das análises das autoridades de aviação sobre o sistema de controle de voo da aeronave.

A intenção da GOL é que metade da sua frota seja composta por 737 Max até 2025.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here