Início Destaques Viajar com Galaxy Note 7 passa a ser considerado Crime Federal

Viajar com Galaxy Note 7 passa a ser considerado Crime Federal

O porte do aparelho dentro de aeronaves dá até 10 anos de cadeia e multa nos EUA

COMPARTILHAR
Voar com o dispositivo a bordo é agora um Crime Federal nos EUA. (Reprodução)

Após dois casos de explosões e anúncio de recall, o Departamento de Transportes dos Estados Unidos proibiu o porte dos smartphones Samsung Galaxy Note 7 dentro das aeronaves americanas. Agora, voar com o dispositivo a bordo é um Crime Federal.

A lei proíbe os passageiros de levarem o aparelho na bagagem de mão, na bagagem despachada ou como carga.

Os viajantes que não cumprirem a determinação estarão sujeitos a penalidades civis, multa de US$179.933 ou prisão de até dez anos.

No Brasil

Apesar de não ter sido lançado e nem vendido oficialmente aqui Brasil, as companhias aéreas nacionais estão exigindo que os donos destes smartphones o mantenham completamente desligado durante o voo, devido ao risco de explosão e incêndio. A medida é uma recomendação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Recall

A Samsung descontinuou a produção do Galaxy Note 7, recomendou que todos os usuários desligassem o smartphone imediatamente e anunciou outro programa de recall, oferecendo US$ 100 para quem trocar o Galaxy Note 7 por outro aparelho da marca. O kit para devolver o smartphone inclui luvas e uma caixa com isolamento térmico.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here