COMPARTILHAR

De acordo com listagem publicada na página da Iata, são pelo menos 55 países e territórios que não têm restrições a entradas de viajantes brasileiros a lazer, em voos que partem do Brasil (com ou sem conexão no meio do caminho).

A maioria desses destinos desses exige algum tipo de testagem negativa para Covid-19, seja realizada antes do voo, seja no momento do desembarque. A triagem com questionário sobre condições de saúde, sintomas e medição de temperatura é outro requisito comum.

Américas e Caribe

Antígua e Barbuda: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até 48 horas antes do embarque. Quem viajar sem teste, realizará um exame no aeroporto, ao custo de US$ 100. Exige também quarentena de 14 dias para os que não apresentarem o teste negativo ou que forem testados positivo ao desembarcar.

Bahamas: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até dez dias antes do voo, e o preenchimento do formulário Bahamas Health Visa, no site travel.gov.bs, antes do voo. E também quarentena de 14 dias.

Barbados: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até 72 horas antes do voo. Quem não tiver, será testado na chegada ao país. Pede também o preenchimento de um formulário disponível no site travelform.gov.bb Quarentena apenas para os passageiros que testarem positivo na chegada ao país.

Bermudas: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até sete dias antes do voo. Todos os passageiros serão testados novamente no aeroporto. O passageiro precisa também preencher o Bermuda Travel Authorisation e pagar uma taxa de US$ 75 no site gov.bm/coronavirus-travellers-visitors antes da viagem. Quarentena apenas para os passageiros que testarem positivo na chegada ao país. Enquanto estiverem na ilha, visitantes serão monitorados constantemente, com testes e medição de temperatura.

Colômbia: Exige teste tipo PCR negativo para a Covid-19, realizado até 96 horas antes do embarque. Todos os visitantes também devem se registrar, previamente, no site Check-Mig (migracioncolombia.gov.co), do serviço de imigração colombiano, entre 24 horas e uma hora antes do embarque. Não há a exigência de quarentena.

Cuba: Testes para Covid-19, tipo PCR, são realizados na chegada ao país. O passageiro que testar positivo será levado a um hospital. Turistas podem pousar apenas nos aeroportos de Cayo Coco, Cayo Largo del Sur e Santa Clara.

Dominca: Exige teste PCR negativo para Covid-19 realizado até 72 horas antes do voo e o preenchimento de um questionário on-line no site domquestionnaire.dominica.gov.dm. Passageiros passarão por teste rápido e medição de temperatura no aeroporto e estão sujeitos a quarentena de 14 dias.

Equador: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até dez dias antes da viagem, e quarentena de 10 dias para quem não apresentar o teste ou for testado positivo após o desembarque.

Guatemala: Passageiros que chegarem sem um comprovante de teste PCR negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes do embarque estão submetidos a quarentena de 14 dias.

Haiti: Passageiros terão sua temperatura medida após o desembarque e precisam preencher um formulário sobre condições de saúde na chegada.

Honduras: Exige teste PCR ou rápido negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes da chegada, o preenchimento do formulário eletrônico do site prechequeo.inm.gob.hn antes da viagem, e quarentena de 14 dias.

Jamaica: Realiza exame para Covid-19 na chegada ao país. Antes do voo, é necessário obter uma autorização de viagem no site visitjamaica.com.

México: Turistas precisam apenas preencher um questionário sobre suas condições de saúde na chegada ao país. Quarentena apenas para os que apresentarem sintomas na chegada.

Nicarágua: Exige teste negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. Os passageiros estão sujeitos a rastreamento de contato por 14 dias, para saber se não desenvolveram sintomas.

Panamá: Exige teste negativo tipo PCR para Covid-19 feito até 48 horas antes da chegada no Panamá. Quarentena apenas para os que apresentarem sintomas na chegada (passageiros poderão ser submetidos a testes no desembarque, caso também estejam com febre). Antes do check-in, ainda no Brasil, os viajantes deverão preencher uma declaração juramentada eletrônica sobre seu estado de saúde, no site do Visit Panamá.

Paraguai: Entrada, por enquanto, apenas pela Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este. A principio, apenas residentes de Foz do Iguaçu podem cruzar a fronteira, o que só é permitido de carro. A circulação em território paraguaio não deve ultrapassar 30 quilômetros da aduana. Não exige teste para Covid-19 nem quarentena.

República Dominicana: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até cinco dias antes da chegada. Quem não apresentar o certificado, será testado ao desembarcar, e quem estiver infectado deverá ficar em quarentena. Uma Declaração de Saúde do Viajante deverá ser preenchida na chegada.

São Vicente e Granadinas: Exige teste negativo para Covid-19, realizado até cinco dias antes do voo. Quem não tiver esse certificado, será testado assim que pousar. Quem testar positivo deverá ficar em quarentena. O Pre-Arrival Travel Form, disponível no site health.gov.vc, deve ser preenchido antes da viagem.

Santa Lúcia: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até sete dias antes da viagem. É preciso preencher o Pre-Arrival Registration Form, no site stlucia.org/en/covid-19/. Quarentena de 14 dias.

Turks e Caicos: Exige teste PCR negativo para Covid-19, realizado até cinco dias antes do embarque, e a autorização de viagem no site turksandcaicostourism.com.

Europa

Albânia: O país não exige apresentação de teste para Covid-19 nem quarentena.

Andorra: Exige quarentena de 15 dias para quem não é cidadão europeu e só permite entrada por França ou Espanha.

Croácia: Exige teste negativo para Covid-19, realizado 48 horas antes do voo, e mede temperatura medida de todos que chegam. Quem não tiver o teste precisa fazer quarentena de 14 dias. É necessário preencher o formulário eletrônico no site entercroatia.mup.hr antes da viagem e comprovar a reserva de algum meio de hospedagem para o período da estadia.

Irlanda: Exige quarentena de 14 dias a todos os visitantes.

Kosovo: Exige teste PCR ou rápido negativo para Covid-19, feito até quatro dias antes da chegada.

Macedônia do Norte: Não exige nem teste nem quarentena.

Reino Unido: Turistas devem preencher um formulário que indica a localização de onde será feita a quarentena obrigatória de 14 dias.

Sérvia: Não exige teste nem quarentena.

Turquia: Realiza teste PCR para Covid-19 após o desembarque. Os casos positivos deverão ficar em quarentena. Passageiros devem também preencher um formulário com informações de localização no país.

Ucrânia: Exige teste PCR realizado até 48 horas antes da chegada. Viajantes estão sujeitos a quarentena de 14 dias. Mais detalhes no site da imigração ucraniana.

África

Burkina Faso: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até cinco dias antes da chegada. Quarentena de 14 dias, durante a qual passageiros serão testados três vezes após a chegada: no 1º, no 8º e no 14º dia no país.

Chade: Exige teste PCR negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes do embarque. Quarentena de 14 dias.

Costa do Marfim: Exige teste PCR para Covid-19 feito ate sete dias antes da chegada. Um formulário de saúde deve ser preenchido antes da viagem, pelo site do governo marfinense.

Egito: Exige teste PCR negativo para Covid-19 feito 48 horas antes da viagem, e o preenchimento de um formulário na entrada do país. Quem não apresentar o teste ou testar positivo na chegada deve ficar quarentena de 14 dias.

Etiópia: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até cinco dias antes da chegada e quarentena de 14 dias, sendo os sete primeiros em instalações do governo.

Guiné: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até cinco dias antes da chegada, e quarentena de 14 dias.

Guiné-Bissau: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes da viagem.

Mali: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até três dias antes do embarque. Quarentena de 14 dias.

Níger: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes do embarque.

Nigéria: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 96 horas antes da chegada ao país. Passageiros devem preencher um formulário de declaração de saúde no site do Nigeria International Travel Portal (nitp.ncdc.gov.ng/onboarding/homepage). Na chegada, os viajantes devem entrar em quarentena. Sete dias após a chegada, um novo teste PCR é feito. Se o resultado der negativo, o viajante pode sair do isolamento.

Quênia: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até sete dias antes do embarque.

República Democrática do Congo: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes do embarque, e quarentena de 14 dias.

Ruanda: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes do embarque, e mais um teste, a ser realizado na chegada, ao custo de US$ 50. Quarentena de pelo menos 24 horas, enquanto espera o resultado do teste. Em caso positivo, o passageiro será internado em uma instituição do governo.

Senegal: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até sete dias antes da chegada. Quem viajar sem o certificado terá temperatura medida e precisará preencher um termo de responsabilidade.

Serra Leoa: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes do embarque, e o preenchimento de um formulário eletrônico no site travel.gov.sl.

Somália: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 96 horas antes da viagem, e quarentena.

Tanzânia: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes da chegada. Um formulário sobre as condições de saúde do passageiro deve ser preenchido na chegada.

Togo: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até cinco duas antes da chegada. Um formulário sobre as condições de saúde doo viajante deve ser preenchido e enviado pelo site voyage.gouv.tg antes do voo.

Zâmbia: Quarentena de 14 dias.

Ásia e Pacífico

Camboja: Exige teste PCR negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. É necessário contratar um seguro viagem no valor de US$ 90 na Forte Insurance Company e o país exige um depósito no valor de US$ 2 mil para cobertura de despesas de saúde e gastos com a quarentena, que é de 14 dias e obrigatória.

Emirados Árabes Unidos: Exige teste PCR negativo para Covid-19 realizado até 96 horas antes do voo e um outro, na chegada ao aeroporto de Dubai, o único aberto a voos internacionais. Quarentena de 14 dias para que testar positivo.

Irã: Exige teste PCR negativo para Covid-19 feito até 96 horas antes da chegada. Passageiros devem também preencher um formulário com informações de saúde após o desembarque. Neste momento de reabertura, o visto de turista passa a ser emitido apenas na chegada, mas a solicitação deve ser feita antes da viagem, no site evisa.mfa.ir.

Líbano: Exige teste PCR negativo PCR para Covid-19 feito até 96 horas antes do embarque e outro, no momento da chegada. Quarentena de 14 dias apenas para os que testarem positivo na chegada ao país.

Maldivas: Passageiros devem preencher dois formulários disponíveis no site haalubelun.hpa.gov.mv antes da viagem, apresentar a comprovação de hospedagem e instalar o aplicativo de rastreamento de contatos Trace Ekee. Quarentena de 14 dias.

Polinésia Francesa: Exige teste PCR negativo para Covid-19, feito até 72 horas antes do embarque. Turistas estarão sujeitos a testagens aleatórias até quatro dias após sua chegada.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here