COMPARTILHAR

Varsóvia foi quase completamente destruída durante a Segunda Guerra Mundial. O Centro Histórico foi cuidadosamente reconstruído e, posteriormente, passou a fazer parte do Patrimônio da Humanidade.

A seguir, algumas fotos do passeio meu passeio pela cidade, começando pelo Centro Histórico, onde estão muitas das principais atrações de Varsóvia.

Palácio Presidencial em Varsóvia, Polônia.
Palácio Presidencial em Varsóvia, Polônia.

O Palácio Presidencial é uma das construções mais importantes da cidade. Ao longo dos anos, foi reconstruído e remodelado muitas vezes. Apesar de não ser possível visitar o seu interior, a vista de fora do edifício já vale a pena.

Coluna de Sigismundo, Varsóvia.
Coluna de Sigismundo, Varsóvia.

O ponto central da agitada Praça do Castelo, a Coluna de Sigismundo é dedicada ao Rei Sigismundo III Vasa, que tornou Varsóvia a capital da Polônia no fim do século XVI. Apesar de algumas partes do monumento em torre terem sido destruídas durante a guerra, algumas características originais ainda permanecem.

Pedaços da primeira Coluna de Sigismundo.
Pedaços da primeira Coluna de Sigismundo.

Assim como a maior parte da cidade, a coluna foi danificada durante a Segunda Guerra Mundial.

Pedaços da primeira Coluna de Sigismundo.
Pedaços da primeira Coluna de Sigismundo.

O Palácio de Cultura e da Ciência é um dos muitos exemplos da arquitetura realista socialista que você pode encontrar em Varsóvia.

Palácio da Cultura e Ciência, Varsóvia.
Palácio da Cultura e Ciência, Varsóvia.

A torre do relógio do prédio pode ser vista de quase toda a cidade.

Fachada do principal Castelo Real de Varsóvia.
Fachada principal do Castelo Real de Varsóvia.

O Castelo Real de Varsóvia serviu de sede ao Sejm e ao senado da Rzeczpospolita, vindo a ser também residência oficial aos Reis da Polónia. O castelo é um símbolo da soberania e da história do país. As suas origens somam quase sete séculos e a sua presente estrutura evoluiu por fases desde o século XIV.

Arquicatedral de São João, Varsóvia.
Arquicatedral de São João, Varsóvia.

Originalmente construída no século XIV, a catedral foi o local de coroações e sepultamentos reais por muitos séculos.

Sanktuarium Matki Bożej Łaskawej, Varsóvia.
Sanktuarium Matki Bożej Łaskawej, Varsóvia.
Old Town, Varsóvia.
Old Town, Varsóvia.

Construções ao estilo gótico e renascentista dividem espaço com edificações do período soviético e modernos arranha-céus.

Construções ao estilo gótico e renascentista dividem espaço com modernos arranha-céus em Varsóvia.
Construções ao estilo gótico e renascentista dividem espaço com modernos arranha-céus em Varsóvia.
Old Town, Varsóvia.
Old Town, Varsóvia.

O cenário cultural progressivo da cidade é tão variado quanto a arquitetura da capital.

Monumento em memória de Adam Mickiewicz.
Monumento em memória de Adam Mickiewicz.

Adam Mickiewicz foi um grande poeta polonês, jornalista político e o líder do movimento de libertação nacional na Polônia.

Monumento do Levante de Varsóvia.
Monumento do Levante de Varsóvia.

O Monumento do Levante de Varsóvia dá vida aos eventos devastadores de 1944, quando a resistência polonesa se impôs contra os nazistas.

Museu do Levente de Varsóvia, Polônia.
Museu do Levente de Varsóvia, Polônia.

O Museu do Levente de Varsóvia é um memorial muito bonito e muito bem montado que retraça a história da resistência polonesa à ocupação nazista.

Museu do Levente de Varsóvia, Polônia.
Museu do Levente de Varsóvia, Polônia.

As exposições contam relatos, armas, meios de transporte, fotografias, uniformes. Um espaço que transpira a história deste povo.

Estátua da Sereia de Varsóvia.
Estátua da Sereia de Varsóvia.

A Estátua da Sereia de Varsóvia está associada a uma das lendas românicas mais famosas da Polônia.

A lenda conta que há muito tempo uma sereia estava nadando no Rio Vístula em direção a Varsóvia quando decidiu fazer uma pausa. Os pescadores de Varsóvia foram levados por sua beleza e sua voz cantante e, quando ela foi aprisionada posteriormente por um comerciante maléfico e rico, um deles a salvou. Como sinal de gratidão, ela prometeu proteger todos os pescadores dali e, como extensão, o povo de Varsóvia. teressante, né?

E a viagem segue, até o próximo post.

Comentários via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here